Vida das Abelhas

A Abelha Rainha

  • A abelha rainha leva de 15 a 16 dias para nascer e, a partir de então, é acompanhada por um verdadeiro séqüito de operárias, encarregadas de garantir sua alimentação e seu bem-estar. Após o quinto dia de vida, a rainha começa a fazer vôos de reconhecimento em torno da colméia. E a partir do nono dia, ela já esta preparada para realizar o seu vôo nupcial, quando, então, será fecundada pelos zangões. A rainha escolhe dias quentes e ensolarados, sem ventos fortes, para realizar vôo nupcial.A abelha rainha leva de 15 a 16 dias para nascer e, a partir de então, é acompanhada por um verdadeiro séqüito de operárias, encarregadas de garantir sua alimentação e seu bem-estar. Após o quinto dia de vida, a rainha começa a fazer vôos de reconhecimento em torno da colméia. E a partir do nono dia, ela já esta preparada para realizar o seu vôo nupcial, quando, então, será fecundada pelos zangões. A rainha escolhe dias quentes e ensolarados, sem ventos fortes, para realizar vôo nupcial.

Procurando a Rainha

O Zangão

  • Os zangões nascem 24 dias após a postura do ovo e atingem a maturidade sexual azo 12 dias de vida. Vivem de 80 a 90 dias e dependem única e exclusivamente das abelhas operárias para sobreviver: são alimentados por elas, e por elas são expulsos da colméia nos períodos de falta de alimento – normalmente no outono e no inverno – morrendo de fome ou frio.

Voo Nupcial do Zangão

A Abelha Operária

  • Abelhas operárias nascem 21 dias após a postura do ovo e podem viver até seis meses, em situações excepcionais de pouca atividade. O seu ciclo de vida normal não ultrapassa os 60 dias.
  • Apartir do 21º dia de vida, as operárias passam por nova transformação: elas abandonam os trabalhos internosna colméia e se dedicam à coleta de água, néctar, pólen e própolis, e à defesa da colônia. Nesta fase, que é a última de sua existência, as operárias são conhecidas como campeiras.

O Trabalho das Operárias

A Produção do Mel​

  • O Mel começa como néctar que as abelhas coletam nas flores. Basicamente, o néctar é uma recompensa que as plantas produzem para atrair insetos e pássaros polinizadores. É um líquido doce que possui os óleos aromáticos responsáveis pelo perfume das plantas, além de outras substâncias características. As abelhas coletam esse néctar sugando-o com seus probóscides e armazenando-o em seus estômagos. Em seguida, as abelhas domésticas levam o néctar de volta para a colméia, carregando 40 miligramas por vez.
  • O mel é uma boa fonte de alimento para as abelhas por duas razões. Primeiro, a grande quantidade de açúcar que ele contém fornece muitas calorias, que são queimadas por elas quando aquecem o ninho e cuidam da rainha. Segundo, suas propriedades físicas o tornam extremamente resistente às bactérias:
    Uma das enzimas adicionadas ao mel durante o processamento do néctar é a glucose oxidase; quando as abelhas diluem o mel para alimentar as mais jovens, a glucose oxidase quebra a glicose em peróxido de hidrogênio, que ajuda a matar os germes;
  • O pH do mel fica entre 3,5 e 4; em outras palavras, ele é levemente ácido – tão ácido quanto um suco de laranja – o que desencoraja o desenvolvimento de bactérias;
  • O mel é higroscópico, o que significa que pode absorver a umidade do ambiente, e possui uma alta pressão osmótica. As bactérias que entram em contato com o mel sofrem plasmólise. Elas perdem sua umidade, que passa para o mel, e morrem.

O Processo da Produção do Mel

Curiosidades sobre as Abelhas

Entreposto do Apíário ColeBee